Amigos do Crivella


Deixe um comentário

Com plenário lotado, Crivella debate cenário econômico atual em Macaé

Crivella_Macaé_27_53_15

Representantes da Petrobras, personalidades políticas e representantes de classe lotaram o plenário do Palácio Legislativo Natálio Antunes em Macaé, nesta sexta-feira (27), para debater com o senador Marcelo Crivella a conjuntura econômica do município e do estado. A audiência pública presidida pelo vereador Igor Sardinha discutiu as medidas e os desafios econômicos enfrentados por Macaé e região decorrentes da crise no mercado financeiro, da redução do preço do barril do petróleo e das demissões por parte das empresas do setor de petróleo e gás.

O vereador apresentou um panorama econômico de Macaé e destacou ações a serem implementadas no município, tais como a inclusão no regime tributário especial de ICMS que tramita na Alerj, a melhoria no posto do Ministério do Trabalho na cidade, a duplicação da BR 101, a reforma e ampliação do aeroporto, além de discutir medidas para o desenvolvimento no período “pós-petróleo”.

Os representantes da Petrobras na Bacia de Campos Joelson Falcão Mendes (gerente-geral da Unidade de Operações) e Ronaldo Dias (gerente-geral da Unidade de Serviços em Logística) garantiram o investimento local. “Trabalhamos com projeto a longo prazo. Hoje a companhia vem produzindo mais de 2 milhões de barris de petróleo por dia e mais de um milhão de barris vem da Bacia de Campos. Nos próximos anos, essa produção vai ficar na ordem de mais de um milhão barris por dia pelo menos. A nossa capacidade de investir mais vai depender do mercado internacional, mas nós temos aplicado aqui a ordem de grandeza de R$ 6 bilhões por ano e isso vai permanecer porque nós precisamos continuar produzindo aqui, afirmou o gerente Joelson Falcão”.

O senador Marcelo Crivella ressaltou as ações no Senado e junto ao Governo Federal em favor do desenvolvimento de Macaé e abordou a situação econômica atual. “A crise que nos abate não é a da exaustão, da falta de recursos naturais ou da estagnação. A crise em que nos contorcemos é fecunda, redentora e renovadora de um povo que se afirma nos esplendores da sua cultura, na sua insuperável capacidade de lutar, sofrer e construir seus caminhos mesmo sob as adversidades de um ciclo econômico desfavorável. Estamos investigando, prendendo bandidos e recuperando o dinheiro roubado. Pela primeira vez, rico está indo para cadeia. Com as reformas voltamos a crescer e continuamos a renovação social do Brasil que no fim é o que importa”, assegurou Crivella.

Fonte: Ascom Senador Marcelo Crivella


Deixe um comentário

Comissão vai debater situação do FIES no Senado Nacional

Agência Senado

Crivella_28_10_14A Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) vai promover uma audiência pública para debater a situação do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Requerimento com esse objetivo foi aprovado nesta terça-feira (24).

Autor  do pedido de debate, o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) relatou que estudantes têm enfrentado filas em algumas faculdades para conseguir o financiamento. Serão convidados o ministro da Educação, um representante do Ministério Público Federal e outras autoridades.

— Queremos ouvir as autoridades para que eles expliquem se há contingenciamento, se não há contingenciamento e quais as providências que estamos tomando para atender os jovens universitários brasileiros — explicou Crivella.

O Fies é um programa do Ministério da Educação destinado a financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados em instituições não gratuitas. Podem recorrer ao financiamento os estudantes matriculados em cursos superiores que tenham avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação.

A audiência pública ainda será agendada.


Deixe um comentário

Crivella saudou o leilão para concessão da ponte Rio-Niterói e a queda no preço do pedágio

O senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) saudou o leilão para concessão da ponte Rio-Niterói, realizado nesta quarta-feira (18), ressaltando que a empresa vencedora, Ecorodovias, já garantiu que o pedágio vai ficar mais barato.

Crivella lembrou que hoje o pedágio na ponte é de R$ 5,20 centavos e já havia um reajuste previsto para agosto, mas a nova concessionária  anunciou que, a partir de junho, o preço vai cair para R$ 3,70. A Ecorodovias anunciou também investimentos de R$ 800 milhões na ponte para os próximos anos.

— A presidente da República, quero parabenizá-la pelo leilão de hoje da Ponte Rio-Niterói. Quero parabenizar também o nosso ministro dos transportes, Antonio Carlos Rodrigues. Como fluminense, os parabenizo e agradeço em nome do povo de minha terra porque a partir de agora, a partir de primeiro de junho o pedágio será de RS 3,70 — disse o senador

Segundo Marcelo Crivella, várias lideranças haviam pedido à presidente Dilma Rousseff que renovasse a concessão para a empresa que era responsável pela Rio-Niterói. Mas a presidente, afirmou o senador, preferiu deixar o contrato vencer para que fosse feito um novo leilão porque isso poderia garantir mais benefícios para a população.

Agência Senado


Deixe um comentário

Projeto de lei pretende reduzir pena dos condenados que doarem sangue

Crivella_28_10_14Grandes campanhas mobilizam diariamente o país para repor os bancos de sangue, mas nitidamente não são suficientes.Uma nova alternativa para tentar sustentar a demanda foi criada pelo senador Marcelo Crivella(PRB – RJ) com o projeto de lei, PLS 117/2014 que prevê a redução da pena para condenados que doarem sangue.

Segundo argumento do PLS, “cirurgias urgentes são corriqueiramente suspensas por falta de sangue e vidas são perdidas. Os estoques do país encontram-se em situação de escassez”, afirma Crivella em publicação.A medida pretende estimular presos do regime fechado e semi aberto a fazerem doações em troca da remição de pena.

Para cada doação, quatro dias serão abatidos da condenação. Porém, por recomendações médicas haverá um limite para contribuir. Os homens poderão doar até quatro vezes no ano, já as mulheres, três.

O projeto pretende alterar a Lei nº. 7.210, de 11 de julho de 1984, “Lei de Execução Penal”, para prever a redenção de pena. O projeto está em trâmite na CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania) e aguarda parecer do relator.

Fonte: MSnotícias


Deixe um comentário

Líderes do governo no Senado se reúnem com 5 ministros no Planalto

Brasília – A ofensiva do governo para reagrupar a base aliada, que na noite de segunda-feira, 23, incluiu um jantar com a cúpula do PMDB e o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, ganha um novo capítulo na manhã desta terça-feira, 24, com uma série de reuniões no Palácio do Planalto.

Os líderes governistas no Senado estão reunidos, em um café da manhã, com os ministros Pepe Vargas (Relações Institucionais), Miguel Rossetto (Secretaria-Geral da Presidência), Carlos Gabas (Previdência), Nelson Barbosa (Planejamento) e Manoel Dias (Trabalho).

Os ministros defendem o ajuste fiscal em execução pelo Ministério da Fazenda, que inclui mudanças nas regras do seguro-desemprego, e tentam rearticular a base para evitar uma derrota do governo com a derrubada do veto da presidente Dilma Rousseff sobre a proposta do Congresso de reajustar a tabela do Imposto de Renda de Pessoa Física em 6,5%. Dilma aprovou um reajuste de 4,5% no final do ano, abaixo da inflação, o que deflagrou um motim da base liderada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), não veio ao café com os ministros. Estão presentes os senadores Omar Aziz (PSD), Humberto Costa (PT), Benedito de Lira (PP), Fernando Collor (PTB), Blairo Maggi (PR), Marcelo Crivella (PRB).

As reuniões ao longo do dia incluem uma reunião de Pepe Vargas com o líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), e os vice-líderes governistas na Casa. O ministro recebe também as lideranças da base na Câmara em um almoço.

Fonte: Folha Vitória